Como instalar o metrics-server em cluster Kubernetes

Em mais um tutorial supersônico em poucos minutos você terá o servidor de métricas do Kubernetes instalado e rodando te permitindo consultar rapidamente o consumo dos recursos do cluster pelo comando de linha sem a necessidade de acessar outra ferramenta como Grafana ou Prometheus por exemplo.

Configuração campeã do WSL para DevOps

Quem não trocou de notebook antes e teve que passar pelo penoso caminho de configurar tudo do zero novamente. Bom recentemente comprei um notebook novo para fazer um upgrade. No antigo eu tinha o Ubuntu 20.04 LTS instalado e a configuração foi bem tranquila. Neste novo equipamento ele já veio com o Windows 11 e não quero fazer a troca de SO, pelo menos nesse momento. Com isso resolvi dar uma chance ao WSL 2 e tive uma boa surpresa com o uso. Abaixo coloquei toda a configuração que fiz para tentar ter o melhor dos dois sistemas operacionais para trabalhar no dia a dia.

Como colocar o Jenkins rodando no Kubernetes

Jenkins é uma ferramenta muito versátil e largamente utilizada não só para as atividades de Continuous Integration quanto para Continuous Delivery. Neste rápido tutorial irei explicar como pode ser o realizado o deploy do Jenkins de forma bem simples e rápida com o uso do Helm Chart. Além disso, todos os agentes serão provisionados dentro do próprio Cluster aumentando ainda mais a resiliência.

Como configurar corretamente o FQDN

Neste tutorial supersônico vamos fazer a aprender como configurar corretamente o nome de um servidor ou estação de trabalho rodando qualquer distribuição do Linux. A configuração correta do FQDN pode evitar vários problemas e comportamentos inesperados das aplicações além de ser uma ótima prática de administração de servidores. Além disso, o estabelecimento de um padrão de nomes coeso ajuda a deixar tudo muito mais organizado.

Como instalar um cluster Kubernetes Multi-master on premises

Se você chegou nesta página provavelmente está familiarizado com o minikube, kind ou com o Kubernetes que vem com o Docker Desktop porém assim como eu, gostaria de ver como é cluster “real” do Kubernetes. Saber um pouco mais sobre toda aquela “magia” que acontece quando vamos na GKE (Google Kubernetes Engine) e pedimos para criar um novo cluster. Se você se identificou com isso bom, você está no lugar certo. O meu objetivo aqui hoje é desmistificar um pouco essa tecnologia para que você se torne ainda mais confiante no seu uso do dia e ainda ter um ambiente robusto para testar e aprender.